Paulo
← Home
Paulo

colorado e mamífero.

Escrevendo por aí desde 2003, mais ou menos.

Tradutor, linguísta e pesquisador iniciante na nobre área da ciência de dados. Já fui programador, dizem. Hoje só tenho o sonho de fazer um jogo que seja aceito na STEAM.

Minha única crença é que em algum lugar do cosmos existe um senhor de longas barbas brancas, sentado num trono de ouro puro, calçando sandálias douradas e empunhando um cetro na mão esquerda enquanto faz embaixadinhas eternas com a canhota que, do alto de toda a sua sabedoria acerca do ludopédio, define os rumos de todos os campeonatos do esporte no mundo (inclusive o Citadino de Gravataí).